Como ser feliz no trabalho

Exemplo de duas pessoas: uma feliz com seu talento e propósito e outra triste fora do seu propósito


Você sabia que pela expressão do rosto de uma criança, podemos saber se depois de 30 anos ela estará feliz, próspera e realizada ou não?


Martin Seligman, autor do livro “A Autêntica Felicidade” e criador da Psicologia Positiva, fez experimentos científicos que comprovaram isso que afirmei mais acima. Sabe como?


Martin selecionou 2 grupos de pessoas com cerca de 40 anos de idade:


1️⃣Pessoas felizes, prósperas e realizadas.

2️⃣Pessoas infelizes, carentes de recursos financeiros e com vazio existencial.


➡️Ele analisou as fotografias dessas pessoas, de quando eram crianças, e notou que nas fotos do primeiro grupo, as crianças estavam autenticamente sorridentes, felizes. E nas fotos do segundo grupo, as crianças estavam sérias ou com “sorriso de aeromoça da Panam”, ou seja, artificial.


➡️A conclusão deste estudo foi de que as conquistas externas como riqueza, relacionamentos felizes e sucesso profissional, são consequências de padrões de atitudes, como por exemplo o otimismo, ver o lado positivo das adversidades da vida.


As pessoas selecionadas em ambos grupos passaram por adversidades e situações semelhantes durante sua vida. O que mudou foi a forma de ver a vida e de reagir.


Dê uma olhada nas fotografias de quando você era criança. Que expressão predomina nelas?


A boa notícia é que as pessoas que tem o padrão da seriedade, preocupação ou pessimismo, podem desenvolver sua inteligência emocional e se tornarem felizes, prósperas e realizadas.


E um dos principais fatores que levam a estes estados positivos na vida, é a capacidade de reconhecer e valorizar nossas fortalezas, talentos, dons e paixões naturais. E focar em desenvolver essas jóias, esse potencial divino interior.


Venha participar do nosso workshop online gratuito "Descubra seu Super Talento" clique aqui para saber mais.


⬇️Comente nosso post.